Procurar  
  • principal
  • > museu e jardim
  • > casa
  • como chegar à Fundação >>

    apresentação geral da Casa e do jardim >>

    sobre o Museu-Casa de Rui Barbosa >>

    a construção do imóvel em 1850 >>

    influência romântica no paisagismo >>

    informações para visitas e consultas >>

    a casa e sua arquitetura

    Algumas das características do neoclassicismo são evidentes na fachada da casa, como o frontão triangular com decorações em baixo-relevo, os vãos em arco pleno (cujo perfil é uma semicircunferência) e as platibandas ornamentadas por esculturas. São traços visíveis em construções contemporâneas à casa, como o edifício do Arquivo Nacional e o antigo Palácio Universitário da UFRJ (antigo Hospício D. Pedro II), no Rio de Janeiro.

    A distribuição dos compartimentos ilustra como eram as residências da alta burguesia carioca da época, com espaços reservados à vida social – geralmente na parte frontal da casa - e à rotina doméstica, como poder ser observado na visita virtual.

    Quando da transformação da casa em museu, cada um desses aposentos foi batizado com o nome de momentos marcantes da vida pública de Rui.

    Na parte externa do prédio, à direita, onde ficavam a lavanderia e a cavalariça, os visitantes de hoje podem conhecer as viaturas utilizadas pela família de Rui Barbosa: um automóvel Benz, do início do século XX, um Landau, um Coupé e uma Vitória, os três últimos à tração animal.

    Imprimir
    Voltar ao alto


    Veja também
    > a casa
    > a casa e seus moradores
    > a casa e sua construção

  • informe
  • |
  • perguntas frequentes
  • |
  • termos de uso
  • |
  • mapa do site
  • |
  • sobre o site
  • |
  • contato
  • |